Foral de Cantanhede Baga Grande Reserva Gold Edition 2009

Para compreender o terroir de Cantanhede e a qualidade dos vinhos que aí se produzem, temos que regressar a tempos anteriores aos da própria portugalidade. O plantio de vinha num triângulo cujos vértices são as povoações de Cantanhede, Cordinhã e Ourentã remonta a um passado tão longo que, já Afonso Henriques decretava que as autorizações de plantio só seriam atribuídas se, em contrapartida, lhe fosse entregue um quarto do vinho aí produzido.

Essa prática monárquica prolongou-se ao longo dos séculos e, já com D. Manuel, a concessão do Foral à então Vila de Cantanhede, determinou que um sexto da produção de vinho que os agricultores entregavam na adega comunitária, seria entregue ao rei, o que demonstrava que a qualidade do vinho que aqui se produzia era reconhecida desde tempos imemoriais.

Resultante de uma minuciosa selecção das uvas da casta Baga, o FORAL DE CANTANHEDE GRANDE RESERVA GOLD EDITION nasce de 100 barricas, das quais são selecionadas as melhores ao fim de 18 meses de estágio no carvalho francês.

Mas, a que se deve atribuir esta fama tão longeva? Não haverá, porventura, uma única razão, devendo a mesma ser atribuída à soma de factores que no seu conjunto formam o que apelidamos de “terroir”: as características do solo, a localização geográfica, a especificidade do clima, as castas tradicionais e as gentes que fazem mover a região. Séculos e séculos volvidos, a Adega de Cantanhede continua a ter como selo da sua identidade este respeito pela conjugação de factores que atribuem uma singularidade única aos seus vinhos, a que se soma, hoje, a modernidade e pioneirismo.

E como se pode gerir um universo de centenas de produtores e mais de 1000 hectares de vinha, quando se deseja produzir a excelência? Pois, é aqui que entra o factor humano, a pedra de toque da arte de fazer bem da Adega de Cantanhede. Sabendo que os solos argilo-calcários, com maior predominância dos primeiros em relação aos segundos, do terroir de Cantanhede são o território perfeito para a Baga na Bairrada, a equipa da Adega executa um trabalho minucioso de zonamento dos melhores vinhedos, acompanha presencialmente todo o processo evolutivo na vinha e escolhe ao minuto o tempo certo da vindima daquelas mesmas parcelas. É desse controlo ao detalhe que se desenha este vinho de fina filigrana, ostentando no rótulo o nome de FORAL DE CANTANHEDE, e que é o tinto topo de gama desta cooperativa altamente profissionalizada.

Resultante de uma minuciosa selecção das uvas da casta Baga, o FORAL DE CANTANHEDE GRANDE RESERVA GOLD EDITION nasce de 100 barricas, das quais são selecionadas as melhores ao fim de 18 meses de estágio no carvalho francês. De aspecto límpido, exibe uma cor granada intensa, com apontamentos violáceos. No nariz impera a harmonia pretendida pela conjugação de fruta preta bem madura, cassis, com a nobreza da madeira que não se impõe ao vinho. Provado, mostra-se inicialmente sedoso, para logo nos abalar com a força da casta, de taninos ainda vibrantes, muita frescura, elegância, cheio, persistente e de final crocante.

É um Super Baga nascido dos melhores solos da Bairrada e pode ser adquirido nos espaços da Rota da Bairrada pelo preço de 36,00 €.