Todos os dias São Domingos


Numa iniciativa inédita, as Caves São Domingos, empresa de raiz familiar que caminha para os 82 anos de história, realizarão no próximo dia 26 de Janeiro uma acção formativo e pedagógica de poda das videiras, processo ancestral realizado no Inverno, essencial para a preservação da planta e produção de vinhos de qualidade “premium”.

Actualmente, as Caves São Domingos têm a seu cargo cerca de 100 hectares de vinhas, cultivadas em modo de “Protecção Integrada”, as quais são cuidadas por uma vasta equipa de profissionais de viticultura.  É este grupo que define o corte mais ou menos severo das varas para assim melhor controlarem o crescimento dos seus gomos, de forma a manter a planta sempre em equilíbrio. A actual filosofia das Caves São Domingos crê em produções optimizadas ao longo da vida da planta, trabalhando diariamente para obter as melhores uvas e agregando no vinho todos os benefícios da qualidade, sustentabilidade que conferem uma imagem “premium” aos espumantes e vinhos com a chancela desta casa fundada em 1937.

Os trabalhos serão realizados na secular Quinta de São Lourenço, uma propriedade com mais de 200 anos  e que encerra em si vários episódios da História de Portugal, designadamente, de governança e criação de legislação fundamental do país.

A ocasião servirá igualmente para a pré-apresentação do primeiro Tinto Bairrada Clássico a lançar pelas Caves, a provar na adega da empresa. Este vinho será um 100% Baga que só irá ser lançado no mercado em 2020. Em estreia estarão também as novas coqueluches de uma a estrear linha de espumantes de qualidade superior com a marca ELPÍDIO: o espumante ELPÍDIO SUPERIOR BRUTO 201, que terá a sua apresentação comercial nesse mesmo dia, e os espumantes ELPÍDIO CUVÉE BRUTO 2013 e ELPÍDIO VELHA RESERVA BRUTO 2014, que terão a sua ida para o mercado ainda no corrente ano de 2019. São novos espumantes, com uma nova imagem e com uma aposta marcante no “método clássico” e estágio prolongado em cave.