Pascal Chatonnet entronizado Confrade de Honra

No ano em que a Confraria dos Enófilos da Bairrada comemora 40 anos da sua fundação, ocorrida em 1979, o Capítulo, que se realizará no próximo dia 30 de Novembro, no Palace Hotel do Buçaco, distinguirá, pela primeira vez, duas personalidades como Confrade de Honra.

Para uma homenagem mais internacional, centrada na defesa e promoção do vinho da Bairrada no exterior, a escolha recaiu no reputado e, provavelmente, o mais importante enólogo da actualidade, o francês Pascal Chatonnet.  Licenciado pela Faculdade de Enologia da Universidade de Bordéus, em 1987, doutorado em Ciências de Enologia-Ampelografia, na mesma Universidade. Foi laureado pela Union des Oenologue, vencedor do Prémio Giusepe Morsini de Ciência e Enologia, em 1991, e da Fundação Amorim, em 1995. É perito científico aprovado pelo Ministério do Ensino Superior e Pesquisa da República Francesa, em 1992 e fundador e director científico do Laboratório EXCELL.

É enólogo consultor de várias empresas vitivinícolas internacionais, com trabalho reconhecido em França, Espanha, Hungria, Chile, Argentina, Canadá, Estados Unidos, África do Sul. Curiosamente, tem o início da sua carreira estreitamente ligada à Bairrada, onde colaborou, conjuntamente com Michel Rolland, nas Caves Aliança. Actualmente, lidera a enologia do grupo IdealDrinks, mostrando um trabalho brilhante nos vinhos verdes (Quinta da Pedra e Paço da Palmeira), no Dão (Quinta D. Bella) e, sobretudo na Bairrada, nas Colinas de São Lourenço, onde criou, entre outros, o  tinto “Principal Grande Reserva”, eleito pela revista italiana “Spirito di Vino” como um dos 10 melhores vinhos do Mundo, e o seu congénere “Principal Grande Reserva” branco, escolhido pela Essência do Vinho/Revista de Vinhos como o melhor branco nacional, em 2018.