Marquês de Marialva Baga Cuvée 2014

O primeiro contacto com este espumante ocorreu no seu local de Vinificação – a Adega de Cantanhede. Numa noite de provas absolutamente épica, os administradores e equipa de enólogos guardaram a apresentação deste Baga Cuvée para o final e eu compreendi perfeitamente o porquê. Estávamos perante um espumante que pretende marcar um “statement”, não somente para a Adega, mas também para a região. Falamos de um Baga estreme, criado pelo método clássico, e que pretende, sem qualquer timidez ou falsa modéstia, colocar-se no topo da pirâmide dos espumantes portugueses, com um preço condizente à elevada qualidade do produto.

Numa noite de provas absolutamente épica, os administradores e equipa de enólogos guardaram a apresentação deste Baga Cuvée para o final e eu compreendi perfeitamente o porquê.

Da Adega de Cantanhede, já por aqui escrevemos que estamos perante uma cooperativa diferente. O cuidado com a matéria prima é elevado ao extremo e à meticulosa equipa da vinha, segue-se a de enologia liderada por aquele que é também um dos maiores enólogos portugueses, Osvaldo Amado. Digamos que a simbiose é perfeita porque, há uma  administração,  ambiciosa e com visão global, de braço dado com a enologia, possuindo ambas objectivos bem definidos de afirmação pela qualidade dos vinhos.

Foi dessa conjugação que nasceu este BAGA CUVÉE 2014, um Blanc de Noir onde apenas foi aproveitada 30% do mosto flor da prensagem, que teve um estágio mínimo de 30 meses, mais 3 meses após degorgement, antes de ser colocado no mercado. É um espumante elegante, brilhante, com uma bolha em cordão fino, persistente. No nariz é rico, complexo, insinuando notas de marmelo, creme de cassis, frutos secos e um tostado notório e encantador. Na boca, assume a frescura da casta, a acidez, compensada com uma mousse envolvente.

Será o mais versátil dos espumantes Baga com a denominação Bairrada, porque alia uma elevada componente gastronómica à finesse e elegância que lhe permite ser um companheiro perfeito para momentos de lazer. E, volto a referir, é e será um ícone dos espumantes da Adega de Cantanhede, pois, depois disto, nada será como dantes.

Pode ser adquirido nos espaços da Rota da Bairrada da Curia (Anadia) e Oliveira do Bairro a um preço de 30,00 €.